O povo pergunta, a gente responde (6)

Mais um post da série de perguntas sobre tireóide e seus problemas, medicamentos, tratamento, etc. Nessa edição: Hipotireoidismo, suspender/interromper medicação (droga antitireoidiana, hormônio sintético ou beta-bloqueador), atenolol e seus efeitos colaterais.

***

hipotireoidismo é bom pra que?

Pra nada, né?
A tireóide é um glândula que controla o metabolismo do corpo. Se alterada, pra mais ou pra menos, o corpo sofre. Hipotireoidismo causa ganho de peso, braquicardia, depressão, intestino preso, menstruação irregular (e dificuldade em conceber), cansaço excessivo (do tipo desânimo), dores musculares, pele seca, queda de cabelo, ganho de peso e aumento do colesterol no sangue. Então bom não é. Entretanto, é MAIS FACIL de controlar o hipotireoidismo e há menos riscos pra saúde a curto prazo (ou seja, até ajustar a dose certa do medicamento) do que o hipertireoidismo.

***

quantos dias posso ficar sem tomar puran? / esquecer de tomar remédio da tireóide / o que pode acontecer com quem deixa de tomar remédio da tireóide?

Idealmente, você não pode ficar nenhum dia sem seu remédio para tireóide, seja o puran pra hipotireoidismo, seja o tapazol pra hipertireoidismo. Todo remédio em uma vida útil no organismo. Depois desse tempo, ele para de fazer efeito, e dependendo do caso,você volta a estaca zero. No caso do puran, por exemplo, você está repondo hormônios que são inexistentes ou em pouca quantidade no seu organismo. Quando você para de tomar e a última dose para de fazer efeito, você volta a sentir todos os sintomas de um corpo sem hormônios da tireóide, ou seja, do hipotireoidismo. No caso do Tapazol, ele age inibindo a produção de hormônios pela tireóide. Ao parar de tomar, a tireóide volta a produzir hormônios em alta quantidade, e quando você retoma o medicamento, lembrando que ele não age sobre os hormônios já circulantes, você vai estar com os sintomas de hipertireoidismo por um tempo maior, até que se regule novamente o fluxo hormonal. Ou seja, em condições ideais, não pare de tomar o seu remédio.
Entretanto há alguns casos especiais:
a) Esqueci de tomar. É… problemas na tireóide, pra mais ou pra menos, afetam a memória. As vezes uma quebra na rotina é o suficiente pra esquecer de tomar. Tome assim que lembrar, e no dia seguinte volte a tomar regularmente no mesmo horário, como fazia antes. Tente criar sistemas de ajuda para diminuir as chances de esquecer. Eu por exemplo tomo meu beta-bloqueador e minha droga antitireoidiana todo dia de manhã. Nos dias “normais” eu sento, tomo o meu café com os comprimidos na minha frente, e depois os tomo. Mas como é hábito pega-los ASSIM que eu acordo, mesmo dias que preciso sair de manhã cedo ou que acordo já na hora do almoço, não faz diferença. Eu levanto, pego meus remédios, e independente da hora que for, tomo. Desde que comecei a fazer assim não esqueci mais nenhuma vez. Além disso, sempre peço pras pessoas ao meu redor fazerem a pergunta insuportável: Já tomou o remédio? Ai se por acaso eu ainda não tiver tomado porque, sei lá, fui buscar alguma coisa e me distraí ou estava com muita pressa, lembro e tomo.
b) O médico mandou suspender porque… As vezes pra fazer um exame, ou porque surgiu um possível efeito colateral mais sério, é preciso suspender o medicamento. Aí não tem jeito. Retome assim que o médico der sinal verde e tente não se desesperar com os sintomas que vão retornar até o quadro estabilizar novamente. Mas se for o caso de suspender, seu médico precisa ser informado imediatamente e as providências devem ser tomadas (verificar se a relação remédio – efeito é verdadeira, correção do problema, troca por outro medicamento, etc etc).

***

atenolol faz o cabelo cair?

O atenolol pode causar alopecia, que é uma redução parcial ou total de cabelos ou pelos em uma área da pele. Ela é reversível com a suspensão do remédio mas consulte seu cardiologista (ou médico que lhe prescreveu o beta-bloqueador) para que isso seja avaliado, substituído por outro, etc.

***

quais os efeitos colaterais do atenolol?

Retirado da bula:
efeitos no sistema cardiovascular: bradicardia; hipotensão profunda; bloqueio AV de 2º e 3º graus e precipitações de ICC, sendo mais possível de ocorrer em pacientes com disfunção ventricular esquerda preexistente. Outros efeitos adversos incluem resfriamento das extremidades (0- 12%), hipotensão ortostática (2-4%), dores nas pernas (0,3%) e agravamento das vasculopatias periféricas. Efeitos no sistema nervoso central: fadiga, tontura, depressão mental, letargia, sonolência, sonhos incomuns e vertigens ocorrem em menos de 3% dos pacientes. Dores de cabeça e ansiedade têm sido relatadas. Efeitos no sistema gastrintestinal: diarréia e náuseas ocorrem em 2-4% dos pacientes. Outros efeitos: sibilos e dispnéia (mais possível de ocorrer em pacientes que recebem dose diária superior a 100 mg), diminuição da libido, exacerbação de psoríase, síndrome lúpica, alopecia reversível, doença de Peyronie, elevação das concentrações séricas das enzimas hepáticas, púrpura e trombocitopenia. Hematológicos: agranulocitose. Existem relatos de rash cutâneo e de olhos secos. A incidência de reações adversas é pequena, e na maioria dos casos, os sintomas desaparecem quando o tratamento é suspenso. Deve-se considerar a possibilidade de descontinuação da droga, se qualquer reação não for explicável por outras causas. A interrupção do tratamento com betabloqueadores deve ser sempre gradativa (e o médico ser informado e consultado!!!!! – comentário meu!)

***
cabelo caindo, suspendo o remédio?

Todo medicamento possui efeitos colaterais, alguns sérios, outros nem tanto. É preciso então levar em conta algumas coisas antes de sair suspendendo medicamentos:
a) O efeito colateral é sério? Cabelo caindo é muito ruim, desagradável mesmo, mas exceto em raros casos, é passageiro, não coloca sua vida em risco e é contornável por suplemento de vitaminas, boa alimentação, redução do stress, etc. Consulte o médico que lhe passou o medicamento e um dermatologista antes de simplesmente suspender a medicação por uma razão que é, na maioria das vezes, de ordem estética.
b) É definitivo ou transitório? A maioria dos efeitos colaterais secundários somem quando o remédio é descontinuado. Então se o efeito colateral não é sério, as vezes vale a pena engolir em seco e persistir na medicação já que quando o problema real for sanado, o remédio será suspenso e o efeito indesejável irá acabar. De novo, consulte seu médico, se informe, e não tome decisões tão importantes somente por sua conta.
c) Qual a relação custo x benefício? Como disse, cabelos caindo é uma droga, mas seria melhor cabelos na cabeça e um ataque do coração? Ou um derrame? Ou todos os males e sintomas do hipertireoidismo? O que se tem a perder suspendendo a medicação quando o efeito colateral é cabelo caindo ou áreas com alopecia (ou alopécia) é muito mais sério, grave, e com riscos à vida. O que não quer dizer que não possa ser razão pra que o medicamento seja suspenso e trocado por outro, mas essa é uma questão pra ser decidida com seu(s) medico(s) e não simplesmente suspender o remédio sem trocar por outro por causa de um custo que é desagradável mas menor que o benefício que é a cura da doença original.
d) Há outras drogas disponíveis para o mesmo mal que não tenham o mesmo efeito colateral? As vezes não há. As vezes um remédio é o único que cumpre aquela função ou os outros ou tem o mesmo efeito colateral possível ou pior, tem efeitos possíveis ainda mais sérios. Converse com seu médico se você está tomando o remédio mais eficiente e com menos potencial de efeitos colaterais, se outras drogas seriam possíveis, quais os benefícios e os malefícios em uma troca de remédio.
e) O problema é contornável? As vezes um medicamento tem um efeito colateral desagradável mas não muito sério. É possível viver com esse efeito e mais ainda, contorná-lo. Queda de cabelo por exemplo costuma melhorar com suplementos de vitamina e boa alimentação. Não será perfeito, mas pelo menos você irá contornando o problema até poder parar de tomar o remédio com o consentimento do seu médico. Se informe, procure soluções e discuta-as com seu médico.

***

Posts anteriores dessa série:
O povo pergunta a gente responde
O povo pergunta a gente responde (2)
O povo pergunta a gente responde (3)
O povo pergunta a gente responde (3.1)
O povo pergunta a gente responde (4)
O povo pergunta a gente responde (5)

About these ads
Esta entrada foi publicada em Tentando Entender com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

30 respostas a O povo pergunta, a gente responde (6)

  1. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (7.1) | Indo devagar

  2. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (7) | Indo devagar

  3. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (8) | Indo devagar

  4. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (9) | Indo devagar

  5. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (12) | Indo devagar

  6. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (13) | Indo devagar

  7. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (14) | Indo devagar

  8. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (15) | Indo devagar

  9. Pingback: O povo pergunta, a gente responde (16) | Indo devagar

  10. Glima diz:

    Meu pai está tomando esse remédio e perdeu todo o cabelo e os pelos do corpo.

  11. oi, tenho hipertireoidismo e já tem quase um ano que não tomo remédio( propil), quais riscos podem ocorrer? tenho que tomar 6 comprimidos por dia, mas não tenho conseguido comprar, pois uma caixa só da para 5 dias, o que devo fazer para diminuir os riscos a minha saúde?

    • Vania,
      procure o médico com urgência. Hipertireoidismo pode causar danos graves, severos e irreversíveis ao seu coração. E isso pode levar a morte. Além disso, os efeitos no sistema nervoso central reduzem sua qualidade de vida, a sujeita a situações ruins em termos de relacionamento com as demais pessoas, criando stress constante em familia, trabalho, etc. Sem contar a quantidade de sintomas que por si só já reduzem sua qualidade de vida significativamente, sendo alguns desses sintomas, dependendo do grau, incapacitantes.
      Se você não tem como manter o tratamento com o medicamento, converse com seu médico sobre a ablação por iodo radioativo, que é bem mais tranquilo que o nome faz parecer e que seria a solução definitiva pro seu caso, o que a deixaria provavelmente com hipotireoidismo e precisando tomar hormonio sintético, que seria, provavelmente, em menor quantidade e salvo algum engano meu, puran t4 é forncido pelo SUS ou ventido a preço irrisório nas farmácias populares (alguém confirma?!). Mas de qualquer forma, sem tratar hipertireoidismo você não pode ficar!!!!

  12. Greicy diz:

    O Puran é fornecido pelo SUS, sim, além de ser mesmo barato em farmácias populares.
    Faço coro com a Adriana. Hipertireoidismo não é brincadeira e deve ser tratado!

  13. sheila prates diz:

    to sofrendo , fazer tratamento pra hipo , a 1 ano , mais á 2 semanas venho sentindo os mesmo sintomas : de antes , o que pode ser ?

  14. neuza diz:

    procure uma das igrejas universal do reino de Deus, e faça as campanhas, que Deus vai lhe curar.tenha fé!

  15. jonathas diz:

    ola, fiz a cirugia da retirada da tireiode por completo. Agora para fazer a dosse de iodo suspendi o puran, por orientação medica. quais as consequencias?

  16. João Antonio Lemos diz:

    O Atenolol de 50mg. tem influencia na Psoríase? João Antonio

  17. tive uma câncer maligno de tireoide fiz a cirurgia e retirei total a tireoide e faço um acompanhamento médico com o endocrinologista….tomo diariamente em jejum o remédio Eutyrox 175 mg….mais a 5 dias eu não tomo o remédio pois estava muito gripada e devido a muito remédio me atacou a gastrite e não parava nada no estômago então fiquei sem tomar….mais hj me senti muito mal com dores de cabeça…mal estar e ânsia de vômito …pode ser sintoma da falta do remédio? quais as consequências de ficar sem tomar…aguardo ansiosa sua resposta..Obrigado

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s