Sintomas 1by1 02 – Taquicardia / Pressão Alta / Palpitação / Falta de Ar

O ar começou a me faltar e o coração me vinha na boca. No meio de uma conversa, numa caminhada light, só de levantar da cama. Culpei o cigarro. E devia mesmo, mas não da maneira que imaginei.

A pressão e os bpm começaram a subir. De pressão tão baixa a ponto de ter que andar com sal na bolsa a pré-pré-eclampsia (foi só risco de), culpei a genética (minha mãe havia convivido com a pressão alta a vida toda, e culminado em 2 derrames – AVC – com intervalos de dias, que a transformaram na sombra dela mesma que ela é hoje). E devia mesmo, mas não da maneira que imaginei.

A doença de Graves causa hipertireoidismo e o hipertireoidismo acelera o metabolismo. O corpo começa a funcionar, mesmo em repouso, como se estivesse em constante exercício. E para suprir essa suposta nova necessidade, o coração acelera, e um coração constantemente acelerado muda o equilíbrio entre dióxido de carbono e oxigênio no sangue (podendo causar hipoxia ou hipercapnia, e sendo associada em certos estudos à perda de massa muscular), sofre queda na eficiência do bombeamento de sangue (mais rápido não necessariamente significar melhor), aumento do consumo de nutriente e energia para manter esse  rítmo elevado, falta de ar , angina (dor no peito), instabilidade da pressão arterial. E por aí vai.

A idéia é simples se pensarmos bem. O coração é uma bio-máquina (mas ainda assim uma máquina) projetada para bater entre 70 e 90 bpm, sendo até 100 e não menos que 60 ainda aceitáveis, em um corpo adulto em repouso. Um coração que bate regularmente a mais de 100 batidas por minuto, está trabalhando, de novo regularmente, acima de sua capacidade ideal. É como lotar um elevador acima do peso permitido. O elevador vai continuar subindo, mas nada garante que em dado momento ele não vá diretamente pro poço. 😛

E os perigos da hipertensão são mais que conhecidos hoje em dia. De ataque do coração à derrames, passando por cegueira e falha renal.  E não se engane: 14/9 já é considerado pressão alta. Óbvio que pressões como abissais 17/12 ou pior, são muito mais assustadoras e potencialmente danosas a curtíssimo prazo. Mas de novo, o corpo adulto foi projetado para funcionar numa pressão arterial de aproximadamente 12/7 e embora seja capaz de funcionar momentaneamente muito abaixo e muito acima disso, o “elevador ainda pode simplesmente ir pro poço”  sem avisar…

Por serem os sintomas mais perigosos a médio ou curto prazo, costumam ser tratados em paralelo ao controle da tireoide. Beta-bloqueadores (droga de escolha, Atenolol ou Propanolol) ao bloquear a recepção da noradrenalina (que atua em especial no sistema cardio-vascular e pressão arterial e é uma variante da adrenalina) , ajudam no controle da taquicardia, das arritimias, hipertensão  (mesmo não sendo mais a droga escolhida para este problema quando isolado) e oferece também o benefício secundário de exercer um bom controle da ansiedade, que também se encontra entre o grupo de sintomas do hipertireoidismo.

Em alguns casos é necessário esperar meses para que os efeitos da medicação comece a fazer diferença na vida cotidiana, mas neese ponto, dei sorte (sem sarcasmo!) já que com pouco mais de 1 semana, 50 mg de Atenolol (que se torno 100 mg nos dias mais difíceis do meio desta semana) já conseguiram exercer um efeito mediano na presão, que oscila entre 14/8 e 10/6, e excelente no ritmo cardíaco, que oscila agora entre 70 e 85 a maior parte do dia. A ansiedade, palpitação e falta de ar ainda continuam sendo grandes incômodos, mas é de se esperar que a melhora venha, já que são apenas 10 ou 11 dias de um medicamento que devo tomar por prazo indeterminado, ou como diz na receita, contínuo.

Vale lembrar que o uso de medicamentos sem o conhecimento e a orientação médica são um IMENSO perigo à saúde, e cada caso é diferente (no tocante ao medicamento escolhido e a dosagem) e somente o médico poderá avaliar isso. Só menciono o tratamento para mostar que há como controlar esse grupo de sintomas, e o que esperar após começar o tratamento.

***

PS: Mais detalhes sobre isso nos posts o povo pergunta, a gente responde versão 2 e versão 8.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Depressa demais, Tentando Entender com as etiquetas , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

6 respostas a Sintomas 1by1 02 – Taquicardia / Pressão Alta / Palpitação / Falta de Ar

  1. y diz:

    Tou bem melhor, Dri! 🙂
    Mas ganhei mais um propanolol na hora do almoço, que hora tão feliz…

    🙂

    Obrigada pelo blog! Vc vai ver que mês que vem vai tá outra coisa…

  2. Que presentão heim amiga? Por aqui fiquei 3 dias com 2 doses (de manhã e ao deitar, pq ainda estava tendo taquicardia as 5 da madrugada), mas já na 5a feira ele suspendeu como rotina, mas pediu preu verificar a PA e os Bpm antes de dormir, e tomar se a pressão passasse de 15 ou os Bpm de 100 ou muito perto disso.

    Mas achei o máximo que tenha baixado tanto (85 a maior parte do dia) em tão pouco tempo.

    E vamo que vamo. Devagar de preferencia. 🙂

    (Falei, e depois taquicardia voltou. atanolol nela né? Fazer o que…)

  3. Rosilene diz:

    Olá a todos!! Seu blog é muito informativo e está me ajudando muito !!
    Ultimamente tenho vivido os momentos mais difíceis de minha vida. Fui diagnosticada com hipertireodismo devido a dosagem errada do Puran.Estava tomando hormônios em excesso !! .O meu primeiro sintoma já me levou direto para emergência e de lá achava que não sairia mais. Perdi as contas de quantas vezes fui parar em um pronto socorro sem saber do que se tratava. Achavam que era algo relacionado ao psicologico, pois meu coração chegava a 133 batimentos por min. Pensei que fosse morrer… e os médicos desses hospitais falavam que eu precisava relaxar e se acalmar, pois o controle de meus batimentos cardíacos só dependiam de mim, e perguntavam; onde você quer parar? Eu não entendia nada, pois em momentos de muita paz de espírito e repouso o meu coração só faltava sair pela boca e logo depois outros sintomas apareciam; pressão alta, tremores, cala frios, tonteiras e sensação de desmaio. Graças a Deus que há menos de 1 mês fui ao endocrinologista e cardiologista e eles pediram inúmeros exames e foi num desses exames que foi revelado a causa disso tudo.
    Com isso, o endocrinologista pediu-me para diminuir a dose do Puran que era de 100mcg para 50 mcg. e voltar a fazer os exames para a tireoide depois de 2 meses, ou seja, voltar lá no meiado de outubro. De lá pra cá graças a Deus que as coisas mudaram e muito, mas a minha pressão ainda fica oscilante entre 10/6 e 14/7 ( só pra informar, sempre tive pressão baixa) e por garantia resolvi tomar esta semana captopril de 25 Mcg “pela metade” 1 vez ao dia e graças a Deus eu me sinto ótima !! Semana que vem irei ao endocrinologista e cardiologista e vou dizer à eles que estou tomando o captopril.
    Minha dúvida que se tornou uma preocupação muito grande é: será que quando os hormônios voltarem a dosagem normal em meu organismo eu terei a minha pressão e batimentos cardíacos normais????
    Gente, é muito importante saber, pois eu radicalizei tudo na vida pra voltar a ter uma vida normal como antes. Não como sal, não tomo café ou refrigerantes e muito menos doces. Só pra informar… perdi 6 quilos em um mês .

    Att, Rosilene

  4. Greicy diz:

    Teoricamente, sua pressão e batimentos cardíacos voltarão ao normal com a medicação na dosagem correta. Eu estava como você, e descobri que tenho hiper subclínico. Mas não entre em pânico, não fique assim tão preocupada! Quanto mais alterada você ficar, mais vai demorar para normalizar tudo. Veja o meu caso: eu estou tomando tapazol, e mais propranolol para normalizar a frequência cardíaca, e estou me sentindo muito bem. Sua cabeça tem que ajudar o tratamento, senão não fica difícil.
    Responda nos contando como foi sua consulta… boa sorte e fé em Deus!

  5. marli marqutte kubo diz:

    gostaria de saber ,meu irmão teve falta de ar é do avc ou sistema nervoso nervoso pode me responder por favor obrigado….

  6. Isadora G. diz:

    Oi Dri, tudo bem?
    Seu site foi o grande achado dessa semana pra mim.Tenho 23 anos e descobri que tenho hipertireoidismo. Não sei como nenhum médico nunca desconfiou!
    Sempre fui muito magra, posso comer um elefante que eu continuo pesando 53kg com 1,70 de altura. Quando adolescente, estava sempre abaixo do peso, pesando 48kg etc.. O que foi um martírio na época da escola, porque me sentia feia…
    Quando tinha 20 anos tive síndrome do pânico, que veio depois de muitas crises de ansiedade. Meu coração acelerava eu achava que ia morrer… Tomei lexotan, rivotril, frontal.. Tudo!
    Me curei” quando descobri que estava gravida. Tive uma gravidez ótima, engordei 18kg rsrsrs mas me alimentava muito bem. Tive uma gravidez muito saudável, apesar dos estresses quando descobri que meu filho tinha um defeito congênito no coração (Síndrome de Hipoplasia de Cavidades Esquerdas – vulgo “meio coração” ).
    Meu filho nasceu, e viveu apenas 9 dias.. Fez uma cirurgia grave mas acabou não resistindo.
    Acontece que depois da gravidez, além de todo o sofrimento da perda, eu estava esquisita.
    Passei a sentir um calor absurdo, e ficar lavada de suor a toa. Não posso pegar um pouquinho de sol que começo a ficar suada demais.
    Sempre fui de me cansar muito, quando criança não fazia educação física porque sentia um cansaço imenso.melhorei um pouco mas depois da gravidez assim que voltei ao meu peso, esse cansaço tb voltou. Só que eu pensava que eu era assim. Meu marido dizia que eu era “mole” , não tinha resistência física, não agüentava caminhar com ele, correr… Mas eu sempre achei que isso fosse normal, pq não me lembro de não ser assim!
    Só que há uns meses percebi que minhas unhas estavam fracas e meu cabelo caindo muito. E procurei uma dermatologista. E foi nos exames que descobri hipertireoidismo. Suspeita de ser doença de Graves (anticorpos altíssimos no exame). To com bócio, que explicou a sensação que eu tenho de estar com um bolo na garganta :s
    Agora o endocrino me passou Tapazol 10mg, de 12/12h.
    To tomando há uma semana e estou com um sono do cacete. Nunca tive insônia e agora to dormindo além da conta.
    E hj notei meu coração acelerado, quando vou medir está a 110bpm, isso eu deitada vendo tv…
    Hoje atrasei a hora do remédio pq estava fazendo visita num orfanato, e quando cheguei em casa estava com um nervoso forte, tremendo, com o coração mega acelerado. Uma sensação ruim demais.
    Marquei uma cardiologista mas to esperando a data da consulta.
    Meus batimentos são muito altos, mas a pressão não passa de 11/7.
    Isso é normal? Porque o endocrino me mandou pro cardio se eu to com a pressa normal??

    Obrigada, e desculpe o texto gigantescoooo!
    Beijos!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s